10:24, 27 abr 2015

Uma nova visão para o Ensino Médio

Por Antônio José Vieira de Paiva Neto

Após sair do 26º lugar no Ideb 2009 e alcançar o 4º em 2013, a rede estadual de Educação do Rio de Janeiro tem como meta a 1ª colocação no país. Entre as ações mais estruturantes realizadas para o alcance desse objetivo está a implantação de um Currículo Mínimo para toda a rede, estabelecendo habilidades e conteúdos essenciais. Tal inovação ação tornou possível o que pode ser definido como “direitos à aprendizagem”. Esse documento norteador para todos os professores conseguiu reduzir em 25% a desigualdade entre escolas da rede.

A partir do Currículo Mínimo diversas ações coordenadas foram desenvolvidas entre elas as avaliações sistemáticas do Saerj, o Reforço Escolar, a Formação Continuada e diversos materiais com orientações pedagógicas disponibilizadas a todos os docentes. 

Para os próximos quatro anos, além da evolução e consolidação das ações já implantadas, estaremos expandindo a Educação Integral a um maior número de unidades escolares do estado do Rio de Janeiro e oferecer novas oportunidades de formação para alunos e professores por meio de um novo modelo de educação, realmente capaz de dialogar com as demandas do século XXI e promover a verdadeira educação integral do aluno.

Uma educação para Valores, que atenda os anseios juvenis. Esse modelo, que é uma nova visão para o Ensino Médio, está fundamentado no desenvolvimento de competências socioemocionais associadas ao desenvolvimento das competências cognitivas. A articulação entre competências socioemocionais e aprendizagem cognitiva foi cientificamente comprovado por uma pesquisa pioneira no mundo - realizada aqui no Rio de Janeiro pela OCDE. 

Trata-se de dar condições à escola de desenvolver nos alunos algumas habilidades que, além de impulsionarem a aprendizagem, são fundamentais para o convívio social e o sucesso na vida profissional. O autocontrole, disciplina, responsabilidade, curiosidade e criatividade são alguns exemplos de habilidades que este modelo educacional procura desenvolver no jovem.

O Colégio Estadual Chico Anysio, que funciona como principal piloto para inovações do novo modelo educacional para o Ensino Médio, é o ambiente de validação desta proposta e, já no primeiro ano de atividade, seus alunos apresentaram um rendimento 50% superior à média da rede estadual, comprovando a aplicabilidade deste modelo.

Neste ano, 13 unidades escolares estarão recebendo o modelo e outras 50, que pertencem ao Programa Ensino Médio Inovador, estão se preparando para receber essa metodologia. Assim, entendemos que estamos criando as bases de uma Escola mais atrativa e transformadora.


Compartilhar

Outras Notícias